Beleza e Saúde

Adoçantes: qual posso usar?

Adoçantes: qual posso usar?

Comparado a outras drogas por causar dependência, ao temível açúcar, também escondido em produtos industrializados, foi atribuído não só o aumento de peso, mas também a obesidade e mortalidade por doenças não transmissíveis pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2012.

Com tantos efeitos negativos, a solução para melhora do quadro foi a redução das calorias, iniciando assim o uso dos adoçantes artificiais. O consumo abusivo do açúcar foi substituído pela onda dos diets e lights. Mas anos depois o pior aconteceu: as pessoas continuaram ganhando peso e com a saúde comprometida.

Cada vez mais estudados pelos cientistas e até mesmo considerados seguros por agências reguladoras, o uso indiscriminado dos adoçantes artificiais como aspartame, sacarina sódica, ciclamato de sódio e sucralose, pode estar relacionado a:

– Aumento do apetite, interferindo na comunicação entre cérebro e intestino;
– Alteração da microbiota intestinal;
– Distorções cognitivas, por exemplo: o fato de ingerir um refrigerante dietético lhe permite comer um doce depois;
– Alterações neurotóxicas;
– Efeito carcinogênico.

Entretanto, se você faz parte do rol dos inveterados amantes de doces ou dos que requerem cuidados especiais, a boa notícia é que são muitos os trabalhos que asseguram o uso de adoçantes naturais, como por exemplo:

– Os polióis, mais conhecidos como xilitol, eritritol, maltitol e sorbitol, derivados de vegetais, legumes e frutas;
– Glicosídeos de esteviol, provenientes da planta stévia;
– Taumatina, proveniente da fruta Katemfe.

Os benefícios dos adoçantes naturais são grandes: não cariogênicos, baixo índice glicêmico e valor calórico e seu uso é seguro (Atenção: os polióis em excesso podem causar diarréia). No caso dos produtos industrializados, o segredo é ler o rótulo para verificar se o adoçante utilizado é natural.

O ideal mesmo é termos hábitos alimentares saudáveis e sem excessos. Invista em boas escolhas e com moderação sempre!

image

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

2 × 2 =